quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A morte do Pastor Gastão Martins poderia ter sido evitada?


Quem é evangélico a mais tempo talvez deva lembrar do pastor e cantor Gastão Martins, peguei um pequeno resumo do caso no blog http://palindromo.blig.ig.com.br/ e pra quem não lembra encontrei um video no you tube com uma canção dele.




Cantor Gospel Gay? 

Sim. O nome dele era Gastão Martins. Na época, um adolescente tímido o observava, quando o mesmo passeava numa casa de show, como que a contar o tempo, a esperar que a banda que fazia seu teste de som, finalizasse as precauções de macro e microfonias. Mas aquele andar, aquela virada, aquele reflexo involuntário... Não sei não, pensou o adolescente. Ah pára com isso! Repreendeu a si mesmo; o mundo é um conveniente espelho, o mundo é um espelho... relativisou suas impressões. 
O fato era que Gastão era um homem de profunda espiritualidade, que quando cantava nos fazia ficar com o espírito boquiaberto, era algo fora do comum: um homem que há alguns anos atrás sobre e sobtonava ao cantar, agora demonstrava perfeita eloqüência na técnica vocal e detalhe: tinha uma bela voz. Foi comparada a versão moderna de Vitorino Silva, uma espécie de Frank Sinatra do mundo gospel. Gastão dirigia um trabalho de “libertação” – algo semelhante ao exorcismo – numa igreja na baixada fluminense. Era casado com a filha de um cantor conhecido nacionalmente e que morava praticamente ao lado do menino que o observava. Então, pare de delirar advertiu-se o adolescente. Um tempo depois correu a notícia da morte trágica de Gastão, vítima de um assalto, diziam as mídias evangélicas, um enterro comovente, disse um radialista. 
Até que em uma bela noite o Globo Repórter exibe mais uma de suas fotografias sobre a natureza planetária, só que desta vez essa era humana e existencial. O tema daquela noite era “Garotos de programas”. O documentário mostrava como esses “garotos” faziam para sobreviver em meio à libido urbana, quanto recebiam e quanto pagavam por isso. 
Um tópico do programa dedicou seu tempo para falar dos perigos que correm aqueles que fazem uso desse tipo de serviço. Foi quando o coração do adolescente pulou: A tela exibia aquele andar, aquela virada, aquele reflexo involuntário tão familiar. Gastão Martins havia sido assassinado por um garoto de programa – que havia sido contratado pelo cantor – e agora confessava seu crime em rede nacional. Gastão perdera os olhos. Deixava seu último recado: a Igreja perdeu a visão para com oprimidos e marginalizados. Tão logo a notícia fora veiculada, não se tocava mais suas músicas nas rádios gospel e não se exibia mais seus cds nas lojas dirigidas ao público evangélico. A Igreja sem a voz e sem os olhos de Gastão... Ou a própria Igreja sem voz e sem olhos – dado o caráter de representatividade serviçal dos cantores gospel.



De fato! Quem é GG* sabe que casos como esse, não de assassinatos mas de gays no armário que traem suas esposas, é muito comum dentro das igrejas evangélicas. 
Será que esses casos não poderiam ser evitados nas igrejas evangélicas se tivéssemos uma outra visão sobre o tema? Uma visão mais inclusiva?




GG* Sigla criada para expressão Gospel Gays, que faz referencias aos gays "armariados" dentro das igrejas evangélicas.

7 comentários:

Anônimo disse...

É muito difícil,sou um grande adimirador até hoje desse,grande levita,no qual seu eternizado louvor fala no profundo da nossa alma,tudo pertence a D´US e esse é mais um de muitas casos que D´US irá julgar,para nós fica a indignação e o rosto confuzo,e o julgamento pertencerá a D´US,quanto a essa rádio que se diz (100%)evangelica,e seus representantes,já tem o seu pago.

Anônimo disse...

Eu meri com ele, ele conviveu em minha casa durante mtu tmp e nunca, nunca observa-mos nem um tipo de comportamento homosezual ou algo que nois levasse a acreditar nessa atrasidadis que a midia divulgou, não acredito que tenha sido esse rapaz que tenha matado-o acredito q foram mais pessoas a mando de um Homem que infelizmente nao posso revelar qm e pois correria perigo de vida assim como Gastão correu e quis enfrentar!Pesso que parem de disse isso a respeito deli pois sofro cada vez que ouço alguem duvidar da honra desse Homem que tento me ensinou!

Anônimo disse...

gostaria muito dezer algo não tenho palavras sinto muita saudades como se fosse hoje sua perda nem conhecia mas asua voz me fazia ir ao céu de tanta unção não sei o que houve é como se me tira se um amigo muito intimo doi meu peito com grande dor quando lembro aquele locutor anunciando aquela grande perda triste pela perda alegre por te existido pra fazer a grande diferença

Anônimo disse...

pelo que entendí o amante gay tirou a vida do moço...

Anônimo disse...

o problema é que o casal evangélico tem muitos tabús sexuais ,tipo não pode isso,não pode aquilo,e acabam dando brechas para o pecado.

Josemberg Leal disse...

mande-me um email, preciso falar contigo.abs

Anônimo disse...

E a triste realidade nas igrejas que não tem visão de Deus. Quando ele era diregente de uma vigília em nova iguaçu só vivia cheia, quando ele morreu acabou até a vigília sabe porque ??????

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...